Rapa Nui

Conhecida como um dos pontos mais distantes do planeta, a ilha de Páscoa está situada a 3.700 km de distância da costa oeste do Chile.

Por conta de sua posição isolada, esse pequeno montante de terras lançado no oceano parece não ser propício á formação de nenhum tipo de civilização ou cultura.

Para os arqueólogos, o processo de ocupação da ilha teria acontecido entre os séculos V e VIII d.C. Convivendo paralelamente ás pesquisas científicas, a tradição oral de alguns povos que vivem na ilha, o grande mistério que cerca o lugar são a presença de estátuas de rosto humano também conhecida como moai.

Ao todo são contabilizados 887 monótipos que tem entre um a dez metros de altura. Nenhum relato ou evidência mais clara apontam para os reais motivos que teriam justificado a construção destas estátuas. Entretanto, realizando um estudo comparativo das tradições dos povos polinésios visinhos, alguns estudiosos concluíram que as estátuas serviriam para demarcar as terras ou apontar a liderança política de algum líder que tenha vivido na ilha.

As esculturas de civilização Rapa Nui são uma incógnita para os grandes estudiosos no mundo moderno.